A palavra PHP significa principalmente “Hipertext Preprocessor” - um tipo de linguagem de programação de script que é usado para criar sites dinâmicos. Entenda melhor a história do surgimento do PHP e como ele se tornou um dos líderes de mercado na criação de sistemas web.

História do Surgimento do PHP

PHP - que significa Hipertext Preprocessor - é uma linguagem de programação de script de código aberto, gratuita e de alto nível. O PHP é usado para criar sites dinâmicos, bem como para acessar bancos de dados. Ele é executado no servidor, que é onde a informação é processada e exibida para o usuário final.

O PHP foi criado em 1995 por Rasmus Lerdorf. Ele começou como uma pequena coleção de scripts para automatizar algumas tarefas em seu site pessoal. A partir desses scripts, ele desenvolveu um interpretador para executar as tarefas. Esse interpretador foi chamado de “Personal Home Page Tools” (PHP Tools), que mais tarde foi abreviado para “PHP”.

Em 1997, Zeev Suraski e Andi Gutmans, da Universidade de Israel, começaram a reescrever o interpretador do PHP. Esse novo interpretador foi chamado de “PHP/FI” (PHP/Forms Interpreter). Ele foi o primeiro a suportar o modelo de programação orientada a objetos e também a incluir recursos de interação com a base de dados.

Em 1998, a equipe de desenvolvimento do PHP lançou a versão 3.0 do interpretador do PHP, que foi chamada de “PHP 3”. Essa versão trouxe um novo recurso chamado “modulos”, que permitia aos desenvolvedores criar extensões para o interpretador do PHP.

Em 2000, a versão 4.0 foi lançada e trouxe novas funcionalidades, como o suporte a objetos, o compilador JIT, o gerenciador de memória e o suporte a XML.

Em 2004, a versão 5.0 foi lançada e trouxe o suporte a novos padrões de desenvolvimento (como o Model-View-Controller), o suporte a novos bancos de dados, o suporte a orientação a objetos e o suporte a novos protocolos de rede.

Em 2007, a versão 6.0 foi lançada e trouxe o suporte a novos recursos, como a gestão de sessões, o suporte a novos recursos de segurança, o suporte a novos protocolos de rede e o suporte a novas APIs.

Em 2008, a versão 7.0 foi lançada e trouxe o suporte a novos padrões de desenvolvimento, como o PSR-7, o suporte a novas APIs, o suporte a novos protocolos de rede e o suporte a novos recursos de segurança.

Além disso, a versão 7.0 do PHP veio com um novo compilador JIT, que trouxe um aumento significativo na velocidade de execução do código. Isso tornou o PHP ainda mais atraente para os desenvolvedores, pois permitiu que eles criassem sistemas web mais rápidos e mais eficientes.

A popularidade do PHP também foi impulsionada pela sua versatilidade. Ele pode ser usado para criar sites dinâmicos, bem como para acessar bancos de dados, suportar protocolos de rede, criar APIs e muito mais.

Além disso, o PHP é uma linguagem de código aberto e gratuita, o que significa que qualquer pessoa pode baixá-lo e começar a usá-lo. Isso tornou a linguagem acessível para desenvolvedores de todos os níveis de habilidade.

A história do surgimento do PHP começou em 1995 como uma pequena coleção de scripts criada por Rasmus Lerdorf. Desde então, a linguagem tem passado por várias mudanças e evoluído para se tornar uma das linguagens de programação mais usadas no mundo.

O PHP é uma linguagem de programação de código aberto e gratuita, que torna acessível para desenvolvedores de todos os níveis de habilidade. Além disso, o suporte a novos padrões de desenvolvimento, bancos de dados, protocolos de rede e APIs, tornaram a linguagem ainda mais atraente para os desenvolvedores.

Com isso, o PHP se tornou um dos líderes de mercado na criação de sistemas web e continua sendo um dos melhores recursos disponíveis para desenvolvedores. 🔥

Recent posts

Menu

Pages